Vitamine-C!

As marcas mais antenadas já estão conscientes do efeito que o estresse e a exaustão imprimem na nossa pele e no nosso aspecto. Isso consolidou a ideia de que estar e se sentir bem é, sem dúvida, uma das mais fortes tendências de beleza no Brasil. Tanto é que esse desejo passou a guiar a brasileira na hora de escolher um produto, conforme aponta o Caderno de Tendências 2019-2002 da ABIHPEC. Na prática, para ser levado para casa, um produto precisa oferecer, entre outras vantagens, muita pesquisa e tecnologia para entregar a melhor performance. Isso explica o atual boom da boa e conhecida vitamina C, que, mesmo depois de seus 30 anos de existência, continua provando ser interessante para quem é jovem e fundamental à medida que envelhecemos. Seguem algumas razões para você escolher seus cosméticos com esse ingrediente poderoso.

Por Vera Golik e Shâmia Salem

De olho na tendência que já é realidade, VERA BELLEZZA listou para você sete argumentos a favor da sua adesão aos cosméticos com vitamina C.

  1. CLAREAR SEM IRRITAR – Para evitar efeitos desagradáveis dos chamados despigmentantes (que removem manchas da pele), que muitas vezes são irritantes para as pálpebras, a vitamina C se torna a melhor estratégia para clarear olheiras. “De quebra, ela ainda hidrata e dá firmeza à delicada pele da região dos olhos”, diz a farmacêutica Alexandra Lemos, de Campinas (SP).

 

  1. COMBATER OS EFEITOS DA POLUIÇÃO NA PELE – A inclusão da vitamina C nas fórmulas dos cosméticos é apontada como uma das estratégias com melhores resultados para tornar as células da pele mais resistentes aos efeitos extremamente nocivos da poluição, conforme consta no Caderno de Tendências 2019-2020 da ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), produzido em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

 

  1. EVITAR O ENVELHECIMENTO PRECOCE DA PELE – Quem usa vitamina C demora mais a ficar com o rosto flácido, manchado, ressecado e opaco. Há duas principais explicações para isso: “Primeiro, porque o ativo estimula a síntese de colágeno, que diminui com o passar do tempo já que a enzima responsável por essa ação vai ficando cada vez mais preguiçosa; segundo, porque a vitamina C está naturalmente presente na nossa pele, mas também diminui à medida que a gente envelhece. Como consequência, a autodefesa antioxidante da pele fica prejudicada e seu rosto mais suscetível a perder água para o ambiente e sofrer os efeitos nocivos do sol, do vento, da luz do celular, das lâmpadas, do computador”, explica o farmacêutico e cosmetólogo Maurício Pupo, de Campinas (SP).

  1. USO SEGURO – “A vitamina C é biocompatível, ou seja, não tem contraindicações nem efeitos colaterais. Portanto, pode ser aplicada sem riscos em peles de todas as idades, cores e tipos”, diz o farmacêutico.

 

  1. USE, FAÇA CHUVA OU FAÇA SOL – Por não ser fotossensível, a vitamina C pode ser usada até mesmo pela manhã e em qualquer época do ano, no verão inclusive. O truque para evitar que ela oxide rápido e sua pele não aproveite todos os benefícios oferecidos é combinar o uso do ativo com protetor solar.

 

  1. NA MEDIDA CERTA – Nem sempre o cosmético mais caro, por ter uma maior concentração de vitamina C, é o melhor para você. “Muita gente acredita que o ativo a 20% é o mais eficaz, mas não é bem assim. Prova disso é que a maioria das pesquisas são feitas com a vitamina C a 3%, 4% ou 5%. Claro que quem vai decidir a melhor potência para cada caso é o especialista, levando em conta as necessidades da pele. Mas, regra geral, quem é jovem e está produzindo colágeno a todo vapor costuma se beneficiar com a vitamina C a até 3%. Já entre os 25 e 40 anos, quando a produção das fibras de sustentação começa a cair, é interessante usar o ativo a 5%, depois a 10% entre os 40 e 50 anos e, a partir daí, aumentar a concentração para 20%”, conta Maurício Pupo.

 

  1. EFEITOS RAPIDAMENTE VISÍVEIS Os efeitos da vitamina C são vistos no espelho após pouquíssimo tempo de uso. “Já nos primeiros dias a pele ganha um aspecto de bem cuidada, depois de mais ou menos três semanas ela fica iluminada e com a coloração mais uniforme. Já a firmeza demora cerca de três meses para ser sentida”, calcula a farmacêutica Alexandra Lemos.