Pronta para o perfume nude?

O perfume faz parte do dia a da brasileira. Tanto que essa categoria se tornou a maior em consumo no país, como aponta o Caderno de Tendências 2019-2020 da ABIHPEC. Por isso, somos atraídas constantemente por lançamentos, e não só de produtos novos propriamente ditos, mas também de conceitos originais. O perfume nude é um deles. Entenda a novidade e resista se puder. Ou não…

Vera Golik e Shâmia Salem

O brasileiro é um apaixonado por perfume. Prova disso é que de cada dez, seis usam o produto, e esse número sobe para oito quando se faz um recorte por região e se fala especificamente em norte e nordeste, segundo dados do Kantar Worldpanel. Tamanha paixão tem despertado a vontade de experimentar novidades, e a perfumaria global tem atendido ao pedido dando um salto em seus lançamentos anuais: eles não chegavam a 200 na década de 1990, isso considerando todas as categorias, ou seja, femininos, masculinos e unissex; para ultrapassar as duas mil unidades nos anos 2010, contabiliza Michael Edwards, do Guia Fragrances of the World. Segundo ele, se pensar apenas em femininos, os lançamentos anuais de 1990 a 1999 giravam em torno de 100 perfumes, sendo que, na década de 2010, surgiram mais de 800 fragrâncias novas por ano.

Dados do Caderno de Tendências 2019-2020 da ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), produzido em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) mostram que, ao buscar novas fragrâncias, o consumidor também diversifica suas preferências. Daí o surgimento de tendências como o perfume nude.

New softies

A expressão new softies também é usada para se referir ao perfume nude. De acordo com a descrição da especialista em perfume Renata Ashcar, no Caderno de Tendências da ABIHPEC, ele é o equivalente olfativo do que em maquiagem vem despontando como visual natural. “A proposta é ter uma fragrância delicada, imperceptível e despretensiosa. São perfumes imaginados como uma chique e básica camisa branca, que combina com todas as ocasiões”, diz Renata.

Concorda com ela o perfumista e farmacêutico Fabiano JS, da Charme Essência, pesquisador da Fiocruz, a Fundação Oswaldo Cruz: “O perfume nude também é classificado como perfumaria botânica, já que é elaborado com matérias-primas naturais. Dois bons exemplos de notas que trazem bem-estar físico e emocional por estimularem várias regiões do cérebro são o limão siciliano, que faz a pessoa ficar mais ativa, mais ligada, por isso é uma ótima pedida para usar durante o dia e até para trabalhar; e o vetiver, que é extraído de uma raiz e associado ao comportamento firme e assertivo, dando mais segurança ao falar e na tomada de decisões”. Para completar, Fabiano JS destaca uma característica do nude que promete agradar muita gente, especialmente quem tem nariz delicado, e, por outro lado, causar estranheza em quem está acostumado a aromas fortes. “Essa fragrância não deixa rastro e ela evolui conforme o pH de cada pele, fazendo com que cada um tenha um cheiro personalizado, mesmo que o perfume seja idêntico”. Parece bom, não?