Pele nova em folha

Sim, nesta época do ano as máscaras faciais são assunto para quem se preocupa em cuidar bem da pele. Nós, aqui em VERA BELLEZZA, já falamos do assunto na matéria Vá de Máscara! Renove a sua Pele! onde demos as dicas para escolher os melhores tipos para você aplicar esse produto tão especial. Agora, vamos falar de novidades, cada vez mais práticas, gostosas de usar e com ótimos efeitos. Na esteira do sucesso das sheet masks, aquelas máscaras em folhas finas vindas da Coreia e que ganharam o mundo e também são febre no Brasil, a indústria de cosméticos faz a nossa felicidade trazendo outras versões que exploram o sensorial e tem texturas diferenciadas. Entenda por que é impossível resistir.

Vera Golik e Shâmia Salem

Sentir-se bem. Assim pode ser resumida a grande tendência quando se fala em cuidados com a pele, segundo o Caderno de Tendências 2019-2020 da ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), produzido em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). A explicação é que a preocupação com o bem-estar passou a ser prioridade na hora do consumidor escolher um produto. A indústria não só atendeu a demanda como foi além, trazendo opções que promovem essa sensação de sentir-se bem na própria pele, do seu jeito pessoal e único, a partir de produtos que contemplam especificidades individuais e celebram as diferenças.

Nas prateleiras, esse conceito chega também com uma deliciosa variedade de máscaras. Entre as novidades, podemos destacar as de efeito bubbling, que, traduzindo do inglês para o português, significa borbulhar, já que formam bolhas de ar ao entrar em contato com o oxigênio, o que otimiza a penetração dos ativos na pele. Tem ainda a chamada egg skin, que, sim, é elaborada com ovo, mais especificamente a clara, e, assim como aquela velha receitinha caseira, forma uma película finíssima sobre a pele com efeito lifting. E tudo com a vantagem de não ter o cheiro característico do ovo, ufa!

Ainda na linha de resgate à memória dos cuidados pessoais, com uma breve passagem pela infância, o mercado oferece também a máscara superadesiva. Ela lembra aquela brincadeira infantil de espalhar cola líquida na pele, já que, depois que seca, o produto sai por inteiro. Diversão à parte, a vantagem maior está na facilidade com que ele atinge até os cantinhos mais curvilíneos e difíceis do rosto, como as abas (laterais) do nariz, removendo impurezas.

Em meio a tantas novidades, não dá para deixar de falar de uma que representa a febre k-beauty, vinda da Coreia e que viciou as brasileiras na sheet mask – tanto a que traz uma folha grande, para cobrir o rosto inteiro, com abertura para olhos, nariz e boca; quanto os modelos para áreas específicas, como olheiras, pescoço e lábios.

Mais opções

Para quem gosta de fazer spa em casa, outras duas tendências em máscaras faciais apontadas no Caderno de Tendências da ABIHPEC são as que propõem rituais sequenciais, com a aplicação de duas ou três máscaras diferentes, uma na sequência da outra; e as que devem ser misturadas na hora do uso, dando a sensação de um tratamento mais personalizado. Para quem é fã de rapidez e praticidade, as sheet masks, vem como a solução para deixar a pele bonita e bem tratada em pouco tempo.

“Seja qual for a escolha, o mais bacana de tudo é saber que há opção para todo mundo, o que, de quebra, ainda estimula o uso desse tipo de produto, que tem a vantagem de mostrar seus resultados na hora”, completa a dermatologista Valéria Campos, de Jundiaí (SP).